25 de outubro

Outubro rosa: reforçamos a importância da saúde da mulher

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), este é o segundo tumor mais comum em mulheres, ficando atrás somente do câncer de pele.

Esse tipo de câncer é caracterizado pelo desenvolvimento de células cancerígenas na mama. Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), este é o segundo tumor mais comum em mulheres, ficando atrás somente do câncer de pele. 

Ainda que os dados sejam alarmantes, a ocorrência deste câncer é considerada rara antes dos 35 anos e nem todo tumor é maligno, a maioria dos nódulos que são identificados, é benigna.

Na fase inicial da doença, o tumor pode ser muito pequeno, dificultando a sua identificação. Nesse caso, a doença só poderá ser identificada através da mamografia. Por isso, é importante que a mulher vá ao ginecologista ao menos uma vez por ano e faça seus exames de rotina periodicamente.

Sobre o Câncer de Colo de Útero

Dentre os tipos de câncer, o de ovário é o que possui a taxa mais baixa de sobrevivência. Anualmente, é diagnosticado em quase 250.000 mulheres no mundo e é responsável por 140.000 óbitos por ano. 

Estatísticas mostram que apenas 45% das mulheres com esse tipo de câncer, têm a probabilidade de sobreviver por 5 anos, em comparação com 89% das pacientes com câncer de mama.

A importância da prevenção

Quando falamos em prevenção, trata-se de estratégias para reduzir o risco de que a doença se desenvolva. Em geral, a prevenção atua em fatores que podem ser modificados, como mudanças de hábitos, diminuição no consumo excessivo de álcool, não fumar, praticar atividades físicas, ter uma alimentação balanceada, entre outros. 

A prevenção reduz o risco do câncer se manifestar, mas nem sempre pode ser evitado completamente. Por isso, aliar prevenção e detecção precoce do câncer de mama é fundamental.

0 Comentário

Nome *

Email *

Sua mensagem *